Pensações

Pensações

quarta-feira, 10 de março de 2010

Rosas, cifras e poesia

Em minhas poucas aparições
Lanço meus feitiços prontos
Alegro o coração de quem me ama
Amarro os de quem me odeia


Flutuo com o véu esparramado
Transparente, ensimesmado
E quando, tão logo
O cheiro eu sinto


Procuro o prazer de tudo conter
E nada ser
Envolvendo-me em meu próprio feitiço
Rosas, cifras e poesia


A noite, um dedo de tempo
O ópio, um dedo de paz
Observo muda
Tudo que me atrai


Na falta de ímpares
Não vejo pares
Náufraga de minha própria nostalgia
Escolha rosas, cifras e poesia

4 comentários:

Camila Andrade disse...

vc que escreveu isso? bom para pesquisar movimentos (dança)

bjs bom final de semana!

Pollyane Schenato disse...

Ei, Camila,
Tudo que tem no meu blog foi eu quem escrevi (exceto a Declaração Universla dos Direitos Humanos).
Engraçado...muita gente me faz essa pergunta..rsrsr
Ou meus textos são bons demais ou são muito ruins..rsrsr
Não entendi a questão do movimento (dança). Me explica isso?
Bjs

Camila Andrade disse...

OI POLLY achei muito bom foi isso, bom mesmo!Vc devia assinar depois do texto pq mesmo sendo seu se alguém copiar teu nome (autor: ...) vai junto, parece implicito pq o blog é seu mas é melhor assinar eu axo!

Então numa construção coreográfica podemos usar vários elemento para criar inclusive um texto, uma imagem, e seu texto dá boas idéias para trbalhar!!!

É ISSO

BEIJOS

Razek Seravhat disse...

Encantado com suas antíteses.

Ternura sempre!

Se retribuir a visita é só seguir o voo da esperança.